Aedes aegypti: conheça alguns complicações causadas pela dengue

Causada pelo vírus da dengue e transmitida pela picada do mosquito dengue Aedes aegypti, a dengue é uma doença endêmica que atinge milhares de pessoas no Brasil. Pintinhas vermelhas na pele, cansaço extremo, febre alta e enjoos são alguns dos sintomas. 

Quando não identificada e tratada logo nos estágios iniciais, essa doença pode trazer sérias complicações para os pacientes. Entenda as principais sequelas e complicações dessa doença viral:

Desidratação grave

A desidratação grave é uma das complicações mais comuns dessa doença transmitida pelo Aedes aegypti. Sintomas como: boca seca, lábios rachados, sede, dor de cabeça, fraqueza e aumento de frequência cardíaca são característicos da desidratação grave. 

Além da água, soro caseiro, sucos e chás ajudam a prevenir e tratar a desidratação, mas nos casos mais graves, é necessário que o paciente se trate no hospital com soro fisiológico administrado na veia. 

Dengue hemorrágica

Geralmente a dengue hemorrágica ocorre em pacientes infectados mais de 1 vez pelo vírus e provoca sangramento no nariz, olhos, gengivas e ouvidos. Além disso, também pode parecer sangue nas fezes. Vômitos e pulso fraco também são sintomas que podem aparecer. Quando não é tratada com agilidade, essa complicação da doença pode levar até à morte. 

Problemas no Fígado após a dengue

Hepatite e insuficiência hepática aguda são algumas das complicações  quando a doença não é tratada corretamente. O paciente com dengue e problemas no fígado pode ter sintomas como: dor na região do abdômen, olhos amarelados, urina escura e fezes claras. 

Agravamento de problemas neurológicos

Quando o vírus da dengue atinge o sistema nervoso, ela pode causar problemas como encefalite, encefalopatia e mielite. Essa doença também pode provocar uma reação imunológica, fazendo com que ele produza anticorpos contra o vírus que acabam atacando o próprio organismo. 

Agravamento de problemas cardíacos

A miocardite, inflamação do músculo do coração, é uma das complicações causadas pela doença. Além disso, pessoas que já possuem problemas cardíacos e tomam medicamentos anticoagulantes e antiagregantes precisam ficar atentas ao risco de dengue hemorrágica.

Leave A Comment